Pergunta

rito mason templePara entrar na Maçonaria, cada indivíduo é introduzido por uma cerimônia de iniciação que permite passar simbolicamente do mundo profano para o mundo sagrado.

Irmãos e irmãs são unidos pelos três principais princípios da liberdade, igualdade e fraternidade, e valores humanistas, como respeitar o masculino absoluto, a igualdade feminina, a dignidade humana, a tolerância.

Refletem sobre si mesmos e pela sociedade sem colocar limites em suas investigações.

 

s_c_150x150Uma questão de Liberdade. A Grande Loja Templaria mantém preocupação com assuntos atuais, mas não através de um debate partidário. Relaciona-se com as opções de crenças políticas ou religiosas, mas a liberdade de consciência é essencial. Na verdade, a Maçonaria tem e pretende reunir homens e mulheres de diversas opiniões. Todas as sensibilidades são assim representadas.

apron_eye-150x150Um lugar para a reflexão. Maçonaria oferece ferramentas de busca pessoal, filosófico, espiritual. Rituais e lendas da Ordem são frequentemente originais bíblicos. Mas a Maçonaria é adogmática e não impõe qualquer crença ao homem e a mulher. Aqui se encontra sua própria verdade.

knight_templar_mercy_150x150

Maçonaria tem uma dimensão única no universo Ocidental: iniciação. Ser iniciado, é entrar em uma fraternidade, e também é embarcar em um caminho de crescimento pessoal através de um ritual e símbolos. É através da implementação dessas “ferramentas” que o trabalho maçônico começa e o iniciado está “trabalhando em si mesmo” em plena liberdade de consciência.

all-seeing_eye-150x150O verdadeiro segredo da maçonaria é que não há nenhum segredo! A Maçonaria com seus símbolos e alegorias nos levam, degrau a degrau, através do conhecimento e prática dos ensinamentos, a PERFEIÇÃO. A cada trabalho preparamos o nosso Eu Interior com o desbaste das asperezas, para lapidados, contribuirmos para o bem da Humanidade.

CRUZ RED TRANSPA Franco-Maçonaria Templária surgiu na Escócia quando os Templários fugiram da França, com a perseguição do Rei Felipe e o assassinato de Jacques de Molay, no século XIV. Os Templários (Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão), uma ordem fundada em Jerusalém no ano 1118, acabaram indo para a Escócia (com sede na preceptoria de Rosslyn. Lá, criaram a Ordem dos Cavaleiros Templários, uma ordem de maçons templários em que foi iniciada a família real escocesa, os Stuarts. Usavam o símbolo da caveira com os ossos cruzados (nas lápides dos túmulos para identificar maçons templários). Usavam também como símbolo a cruz templária num octógono e, às vezes, apenas uma forma octogonal.